Prefeitos pedem que líderes se concentrem nas mudanças climáticas e no livre comércio na cúpula do G-20 no Japão

2019-05-23 14:56:46丨portuguese.xinhuanet.com

Tóquio, 22 mai (Xinhua) -- Os prefeitos das principais cidades do mundo emitiram um comunicado conjunto em Tóquio na quarta-feira para ser apresentado à cúpula do Grupo dos 20 em Osaka, no mês que vem, instando os líderes mundiais a se concentrarem nas mudanças climáticas e outras questões globais, incluindo o livre comércio, de acordo com a mídia local.

Na conclusão das conversações da Cúpula dos 20 Prefeitos Urbanos de dois dias, a declaração conjunta dos líderes locais pede aos líderes das principais economias globais que trabalhem para "descarbonizarem a rede energética, com 100% de eletricidade renovável até 2030 e 100% de energia renovável até 2050."

Ressaltando seu compromisso com o acordo climático de Paris em 2015, eles afirmaram que o combate às mudanças climáticas continua sendo "o desafio mais urgente do século 21".

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que presidirá a cúpula do G-20 em Osaka, recebeu a declaração conjunta dos prefeitos do governador de Tóquio, Yuriko Koike.

Em resposta a Koike afirmando que as metas estabelecidas pelos líderes locais incluem medidas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa para "efetivamente zerar até 2050 e reduzir o desperdício de plástico", Abe disse que "as mudanças climáticas e o plástico marinho estão entre os problemas globais – em que o G-20 irá discutir junto com o livre comércio e regras para a economia digital".

Embora o governo japonês tenha dito que planeja reduzir as emissões de gases do efeito estufa em 80% até 2050, o governo metropolitano de Tóquio disse que planeja reduzir as emissões na capital para efetivamente zerar até 2025.

Em parte, para conseguir isso, reduzirá significativamente a quantidade de emissões provenientes da incineração de resíduos plásticos até 2030, com planos estabelecidos para reduzir a queima de resíduos plásticos em 40%, disse Koike.

O acordo climático de Paris de 2015 visa praticamente zero emissões de gases de efeito estufa globais na segunda metade do século e um aumento médio do aquecimento global mantido abaixo de 2 graus Celsius em relação aos níveis pré-industriais.

Os esforços para combater os efeitos do aquecimento global, como a elevação do nível do mar, enchentes e secas, por meio do acordo, estarão no topo da agenda da cúpula do G-20, disseram as fontes.

A Cúpula dos 20 Prefeitos Urbanos inclui representantes de 26 grandes cidades do mundo, como Berlim, Tóquio e Durban, que se reúnem para discutir e encontrar consenso em questões como a mudança climática, crescimento econômico sustentável e outras questões globais urgentes como o livre comércio.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001380829331