Vinho português quer conquistar consumidores chineses por sua diversidade e qualidade

2018-05-23 20:45:10丨portuguese.xinhuanet.com

Por Zhu Rui, correspondente da Xinhua

Beijing, 23 mai (Xinhua) -- Um evento de degustação de vinhos portugueses foi realizado nesta quarta-feira em Beijing. Um total de 32 quintas de Portugal apresentaram 280 tipos de vinho de 10 zonas de produção para os mais de 200 convidados, na sua maioria importadores, representantes e comerciantes. O embaixador de Portugal na China, José Augusto Duarte, participou do evento.

O evento foi coorganizado pela ViniPortugal, organização interprofissional do Vinho de Portugal e a China Association for Importers & Exporters of Wine & Spirits (CAWS, na sigla em inglês).

A coordenadora de Promoção e Formação da ViniPortugal, Sónia Vieira, disse à Xinhua que eles "estão a crescer de forma constante mais ou menos desde 2014. Este mercado (da China) é estratégico para as marcas de Portugal". Ela disse que nos próximos anos mais eventos de degustação, feiras e seminários serão organizados para promover as marcas portuguesas.

Yi Ran, CEO da Duyanwine, empresa sediada em Qingdao, foi ao evento atrás do vinho português. Ela comercializa vinhos do Chile e tem algum conhecimento sobre a região do Douro. Depois de várias degustações, ela demonstrou interesse em importar o vinho da região de aveiro. "O vinho de Portugal tem um gosto bom", comentou ela.

Ao contrário de Yi, Jiang Nan conheceu o vinho de Portugal há mais de 12 anos. Ele ficou encantado pela rica diversidade do vinho português. Ele explicou que há cerca de 250 cascas de uvas em Portugal, e que algumas delas são únicas no país. Cada região de produção do vinho distingue-se pelas cascas, precipitação e insolação diferentes. Ele lembrou que no início a importação do vinho português era difícil pela falta de comércio China-Portugal, mas que pouco a pouco a situação melhorou. Atualmente sua empresa tem negócios com 9 fornecedores portugueses. Sua empresa ampliou o leque de produtos portugueses para atender às necessidades cada vez mais diferenciadas do mercado chinês.

Segundo os dados da alfândega chinesa, a importação de vinho de Portugal chegou a 9,58 milhões de litros no ano passado, um salto de 29,2% ante o ano anterior e o valor de importação do vinho de Portugal subiu 18,4% anualmente, chegando a US$ 23,53 milhões. Portugal ultrapassou a Alemanha e a Argentina, tornando-se 9ª maior origem em termos de garrafas de vinho importadas pela China.

O embaixador português disse no evento que o vinho de Portugal é "ambicioso" para o mercado chinês e que os expositores portugueses devem ter confiança e boas perspectivas em relação ao mercado chinês. "A nossa gama média e média-alta é mais competitiva" em termos de qualidade e preço, indicou António Jubero da empresa Impor.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001372009971