Mongólia Interior da China começa a construir base de energia fotovoltaica de 2 GW

2021-10-17 15:53:52丨portuguese.xinhuanet.com

Hohhot, 17 out (Xinhua) -- A Região Autônoma da Mongólia Interior, no norte da China, lançou no sábado um grande projeto de construção de energia fotovoltaica no deserto de Kubuqi. Estima-se que a usina tenha uma capacidade instalada total de aproximadamente 2 GW.

Localizado na cidade de Ordos, o projeto deve cobrir aproximadamente 6.700 hectares e atingir sua capacidade total de geração de energia conectada à rede antes do final de 2023.

Com painéis fotovoltaicos, a nova base integrará agricultura e pecuária com a geração de energia verde, visando restaurar o ecossistema local e ao mesmo tempo promover a revitalização rural.

Quase 12 bilhões de yuans (US $ 1,86 bilhão) serão investidos no projeto em uma tentativa de melhor utilizar e restaurar o deserto, salvaguardar a segurança ecológica da bacia do rio Amarelo e ajudar o país a atingir seu pico de carbono e a neutralidade de carbono como prometido.

O projeto registrará uma média anual de mais de 4,1 bilhões de quilowatts-horas (kWh) de eletricidade transmitida à rede, ajudando assim a economizar mais de 1,25 milhão de toneladas de carvão padrão ou reduzir 3,4 milhões de toneladas de emissões de dióxido de carbono.

Situada no deserto de Kubuqi, o sétimo maior deserto da China, a base é de grande importância para o desenvolvimento verde e sustentável da região em termos de ecossistema, economia e sociedade, de acordo com Zhang Bin, vice-diretor do departamento de energia da região.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001310250963